Pernambuco atrás do turista estrangeiro

É bem sabido que o tipo certo de turistas estrangeiros (aquele que vem em busca da riqueza cultural e natural do Estado, e não aquele que vem em busca de turismo sexual) é o que mais traz benefícios para a economia de Recife. Um estudo do perfil dos visitantes estrangeiros durante o ano de 2009, feito pela Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), mostra uma média de gastos diários de R$ 196,87, com uma permanência média 9,6 dias.

A pesquisa mostrou ainda que os estrangeiros representaram 7,3% do total de turistas que visitaram Pernambuco no ano passado. Estes viajantes declararam uma renda média mensal de R$ 10,9 mil – bem acima da renda média do turista brasileiro, mas ainda distante da renda dos turistas que visitam outros destinos como o Caribe e o Mediterrâneo – destinos concorrentes de Pernambuco no segmento praia e sol, mas que apresentam um patamar de luxo superior.

Pensando nisso, as entidades que planejam as estratégias de divulgação do Estado, querem, além de aumentar o número de visitantes no estado, focar no aumento da permanência e do gasto diário desses visitantes. Colabora para esse novo foco o fato de que 61,17% dos entrevistados disseram que a viagem correspondeu às expectativas, e 27,1% afirmaram que tiveram suas expectativas superadas.

Quanto ao número de visitantes, “conseguimos aumentar o fluxo de norte-americanos, que passaram de cerca de 8%, para 22,16% do total de visitantes. Esse resultado tem relação com os voos diretos para entre Recife e Estados Unidos e também está diretamente relacionado com a ação de promoção compartilhada realizada”, informa a Empetur.

Veja também: Ceará faz marketing turístico nos Estados Unidos.


One Comment on “Pernambuco atrás do turista estrangeiro”

  1. Cistiana disse:

    Como Vai,

    Trabalhar com turismo em Pernambuco não deveria ser um desafio e sim uma questão natural um prazer, a final nos somos um dos maiores pólos histórico e de belezas naturais do Brasil,porem ainda não damos o devido valor ao turismo como uma fonte de renda e melhoria sócio-econômica em nosso Estado.
    São poucos os incentivos ate a um tempo atrás a Ave.Boa Viagem,local onde se concentra a maioria dos nossos Hotéis não tinha nenhum tipo de placas de sinalização,quem vinha de fora tinha que fazer a famosa perguntinha ,”pra que lado fica o Shopping”!
    Para receber turistas Nacionais e Internacionais nos temos que melhorar muito… e essas mudança ajuda não somente aqueles que vivem de turismo mais toda a comunidade, com a melhoria da infra-estrutura,limpeza urbana,transportes e comércio em geral.
    Nos temos a faca e o queijo na mão,falta a base para cortar!
    precisamos abrir os olhos para tudo que esta sendo desperdiçado e esquecido, ate mesmo abandonado,e começar a ver o turismo como uma questão seria onde muitas transformações podem acontecer,não só para quem vem nos visitar mais acima de tudo para nosso povo,que tanto precisa de trabalho e dignidade.
    Se nossa vocação também inclui tudo que nos herdamos da natureza e da Historia da nossa Gente por que não fazer do turismo o nosso maior aliado contra a fome,abandono,falta de educação e segurança, principalmente contra o desemprego!
    Precisamos de mais seriedade dos governantes em relação ao Turismo, precisamos de parcerias com as comunidades hoteleiras,transportes,gastronômica e serviços em geral,todos nos unidos para fazer de nossa região um modelo a ser seguido,é possível e só querer!
    Abraços


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s